Perigos Causados pelas Dietas Restritivas
Maringá 2015-01-13

A acadêmica de jornalismo Fernanda Andersen, realizou uma matéria sobre os perigos causados pelas dietas restritivas e entrevistou o nutricionista Rodrigo Murta e profissional de educação física Fernando Possamai, ambos do CIAM.

 

Confira na íntegra.

Fazer dieta sem acompanhamento profissional pode causar sérios distúrbios alimentares

 

Com a chegada do verão, a procura pelo corpo perfeito se intensifica, levando as pessoas realizar “loucuras” para estarem em boa forma, de preferência, em um curto período de tempo. Além dos procedimentos estéticos, as dietas restritivas vêm ganhando cada vez mais adeptos, mas nem sempre são aconselháveis. Sem acompanhamento profissional adequado, recorrer à dieta restritiva pode causar um efeito contrário ao desejado, desenvolvendo compulsão alimentar e consequentemente o ganho de peso novamente.

Segundo o nutricionista Rodrigo Murta Galacini, os principais efeitos contrários desta dieta são o ganho de peso, assim que suspensa e a falta de vitaminas necessárias para o organismo. “Dietas restritivas costumam ser cíclicas e normalmente têm prazo de validade por serem difíceis de manter. Geralmente recupera-se o peso total reduzido, ou até um pouco mais, logo que a dieta é suspensa e o indivíduo volta a se alimentar normalmente. Regimes podem ocasionar riscos à saúde, como carências de vitaminas e minerais, prejudicando o bom funcionamento do organismo, diminuindo a imunidade e expondo o corpo à doenças.”, explica.

A estudante Nicoly Araújo, 18, diz que já fez vários tipos de regimes milagrosos. “Comecei deixando de ingerir carboidratos à noite, depois de comer carnes durante o dia, quando fui perceber, estava com anemia e resolvi abandonar a dieta, voltando a comer compulsivamente todos os alimentos e ganhando mais peso do que estava antes”, conta a adolescente.

Para o nutricionista Galacini, ter uma alimentação variada e saudável é muito importante, como evitar o excesso de frituras, açúcar e álcool. Dar preferência a alimentos integrais, frutas, verduras e legumes. Manter regularidade de horários de refeições, se alimentando a cada três horas, é essencial para uma dieta balanceada e tomar pelos menos dois litros de água ao dia, além de manter uma atividade física regular.

Segundo Fernando Possamai, profissional da educação física e especializado em biomecânica, a prática de exercícios físicos é muito importante para o bem estar do corpo, que aliado ao uma dieta com acompanhamento nutricional, também auxilia a perda de peso. “Para o emagrecimento, a nutrição é o principal fator, a prática diária de exercícios vêm para reforçar e acelerar a queima de calorias”, afirma Possamai.

Ter acompanhamento de um profissional qualificado da área de nutrição e educação física garante uma dieta saudável, sem prejudicar a saúde. Além de assegurar a perda de peso desejada. Não existem dietas mágicas e nem remédios emagrecedores. Para perder peso, é necessário mudar o comportamento frente à alimentação e praticar atividade física regularmente.

 

Fernanda Andersen 



Voltar
Avenida Cerro Azul , 2567
CEP: 87010-055
MARINGÁ - PR - BRASIL
44 3222-8246